Lema Rotário - Gestão 2011/2012

ri banerjee

Kalyan Banerjee



Em 2011-12, peço aos rotarianos que Conheçam a Si Mesmos para Envolver a Humanidade. Peço que olhem dentro de si para compreender que a humanidade, como um todo, tem os mesmos sonhos, esperanças e aspirações, e enfrenta problemas semelhantes. Quem quer que sejamos e onde quer que estejamos, cada um de nós anseia pela mesma paz, a mesma alegria e a mesma satisfação em nosso dia a dia. O que queremos proporcionar a nós mesmos, pois o que desejamos a nós é aquilo que outros também desejam para si. Antes de falarmos em paz mundial, devemos encontrar nossa paz interior, e então estabelecer a paz em nossos lares, em nossas famílias e em nossas comunidades. Não podemos chegar à paz mundial sem a paz em nossas casas. Para semearmos paz, amizade e tolerância no mundo, o primeiro passo é praticar a paz ao nosso redor. Quando alcançamos a paz interior, temos a paz em nossos lares, e então podemos transmiti-la a outros. Quando estamos felizes e satisfeitos na companhia daqueles que amamos e a quem queremos bem, conseguimos nos importar com os demais. Acredito que quando alguém se fortalece, aqueles a sua volta também são fortalecidos. Uma família forte representa uma base sólida. Aqueles que possuem força interior podem juntos, melhor servia à humanidade – e é isso o que fazemos em Rotary. Teremos em 2011-12 três ênfases: fortalecer nossas famílias, dar continuidade ao que fazemos de melhor e mudar tudo o que for preciso. A primeira ênfase será a família, pois é nela que tudo começa: o nosso servir e tudo que desejamos realizar no mundo. Mãe e filho são essência de toda família; começando com eles poderemos levar nosso trabalho adiante, com um impacto positivo em cada pessoa e comunidade. A segunda ênfase será a continuidade, para identificarmos o que fazemos de bom e fazermos ainda melhor. Cada um de nós já obteve sucesso em algum serviço rotário. Devemos aproveitar essas realizações e multiplicá-la, para que possamos ajudar ainda mais pessoas. Devemos continuar nossas iniciativas para aplacar doenças, promover água potável, promover a alfabetização, trabalhar em prol das novas gerações e buscar a paz. Ao mesmo tempo, sabemos que há coisas que podemos fazer melhor, e outras que precisamos mudar. Devemos ser capazes de identificá-las e ter coragem para mudá-las. Mahatma Gandhi disse: “Você deve ser a mudança que deseja ver no mundo”. Em Rotary, nos empenhamos para viver de maneira ética e honesta, compartilhar a amizade e a boa-vontade, e enxergar o verdadeiro valor de cada ser humano. Não estamos interessados no menor denominador comum, pois o Rotary certamente não é comum, e os rotarianos são extraordinários. É por isso que nos comprometemos a nos elevarmos, e assim elevar o mundo. A maior razão de sermos rotarianos é querermos mudar o mundo. Acreditamos que nele pode haver mais alegria, saúde e paz; acreditamos também que o futuro pode ser, e será melhor que o passado. Somos idealistas e damos vida aos nossos ideais através do serviço rotário. Sendo assim, a terceira ênfase será a mudança, começado por aquela que desejamos ver no mundo. Se desejarmos a paz, comecemos vivendo em paz com nós mesmos, em nossos lares e em nossas comunidades. Se desejarmos a erradicação da pólio ou de qualquer outra doença, o fim da degradação ambiental, a redução da mortalidade infantil, mais alfabetização e o combate à pobreza, devemos ser o instrumento de mudança e reconhecer que ela deve começar dentro de cada um de nós. Conheça a Si Mesmo para Envolver a Humanidade. Estando em paz e harmonia e compartilhando a amizade, conquistaremos as mudanças e um futuro repleto de alegrias para todos nós.

104° Convenção Internacional de Rotary 2013 | de 
23 a 26 de Junho 2013 Lisboa um Porto para a Paz

Leia mais

 

 

 

 

Gestão Verde - Rotary Club - Distrito 4430!

gestaoverde

 
rotaract interact2 kids casq2 ryla camp expro2 intercambio2